Em edição comemorativa, Ação Verdes Mares levou serviços gratuitos ao Vila Velha

Em comemoração aos 50 anos da TV Verdes Mares, a emissora promoveu, no dia 29 de fevereiro, de 9h às 12h, uma edição especial da Ação Verdes Mares com serviços gratuitos à população, como aferição de glicemia e pressão, corte de cabelo e emissão de documentos, na Praça do Conjunto Polar, no Bairro Vila Velha. O momento contou com atrações musicais inéditas na programação do projeto, os cantores Dinho Acaiaca e Renno,  puxaram os parabéns à TV.

A ação, realizada desde 2009, está mais que especial neste ano, segundo o produtor de eventos do Sistema Verdes Mares, Júlio César Costa. “O diferencial para as dos anos anteriores é exatamente as atrações musicais. Nos anos anteriores, nós focávamos no atendimento à população, teatros infantis, etc. Já esta, de fato, é uma edição festiva, pois acrescentamos as atrações”, diz.

No evento, os moradores também tiveram acesso a serviços gratuitos de emissão de RG 1ª e 2ª via, CPF, Passe Livre do idoso e de Folha Corrida. Além de atendimento no balcão de reclamação do Procon,  cortes de cabelo, testes de pressão, glicemia e hepatite, e recebimento de kits de prevenção à doenças sexualmente transmissíveis.

Durante a programação, o apresentador Dan Viana e repórter Marcela de Lima participaram  de atividades com a população e cantaram os parabéns da emissora.


50 anos da TV Verdes Mares

Segundo Júlio, as edições do Ação Verdes Mares de 2020 serão voltadas para a comemoração dos 50 anos da TV Verdes Mares. A emissora, fundada em 1970 pelo industrial Edson Queiroz, completou 50 anos no dia 31 de janeiro. A empresa é hoje um dos maiores veículos de mídia do país e segue como líder de audiência no Ceará, levando informação e diversão à população dos 184 municípios cearenses.

O projeto teve a parceria do Sindiônibus, do Caminhão do Cidadão da Secretaria de Proteção Social, Justiça, Cidadania, Mulheres e Direitos Humanos (SPS), do Governo do Estado; do Núcleo de Atenção Médica Integrada (NAMI), da Unifor;  da Associação Cearense dos Pacientes Hepáticos e Transplantados (ACEPHET) e do “Fique Sabendo Jovem” – a unidade móvel do projeto da Unicef em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde.

Fonte Diário do Nordeste