‘Aulões’ de Yoga reúnem famílias na 5ª edição do Bem-Estar

Corpo e mente preparados para a meditação. Foi a partir de tal proposta que se difundiu o Yoga, desde sua origem, na Índia. A prática é celebrada internacionalmente no dia 21 de junho, e foi o tema da 5ª edição do Bem-Estar, que integra o projeto Vida Saudável. O evento aconteceu no Anfiteatro do Parque do Cocó, na tarde de sábado (29).

“Se eu não fizer Yoga, não sou ninguém”, admite a empresária Giovanna Costa, 49. Ela deu início à pratica há 12 anos, por recomendação médica, e não parou desde então. “Na época, eu tive um problema de ansiedade, então comecei por motivos de saúde. Depois, me apaixonei, me senti muito mais calma. Faço (as modalidades) Ashtanga e Vinyasa”, relata.

Os bons resultados da atividade física levaram Giovanna a matricular as filhas Juliana, 12, Aliya, 10, e Gabriela, 7, em aulas de Yoga. “Elas estão fazendo há dois anos, juntas. Ajudou a melhorarem no aprendizado na escola, estão mais calmas, mais centradas. Elas adoram! Vão duas vezes na semana e nunca faltam”.

Ao ar livre, foram ministradas aulas gratuitas com diferentes focos, incluindo Yoga para crianças e Yoga artístico para jovens. No palco principal, apresentações musicais e de dança indiana.

“É muito bom praticar ao ar livre, com mais espaço, sensação de liberdade”, diz a costureira Jordana Mesquita, 28, que descobriu a prática pela Internet. “Eu faço há dois anos e meio. Sou uma pessoa muito estressada, e o Yoga ajudou muito, me deixou mais calma”, afirma.

Benefícios

O evento foi realizado pelo Diário do Nordeste e a Organização Internacional Arte de Viver, com uma estimativa de público de mil pessoas, de acordo com Lúcia Rejane Araújo, coordenadora regional da organização. “A gente ‘tá’ querendo trazer essa experiência do Yoga para as pessoas, para que elas possam conhecer, sentir os benefícios e aderir a esse estilo de vida. É uma arte de viver bem”, explica Lúcia Rejane.

Segundo ela, logo após a primeira aula, praticantes relatam tranquilidade e “uma paz muito grande na mente”. Com a atividade, é possível “trazer a mente para o momento presente”, o que contribui para aliviar o estresse de modo imediato. “Isso traz saúde e mais bem-estar, atingindo o ser humano como um todo: corpo, mente, emoções e espírito”, enfatiza Lúcia.

Fonte: Diário do Nordeste

Foto: José Leomar