Educação financeira é tema de palestra na Ação Verdes Mares

A dona de casa Denise Gomes tenta quase sempre ser controlada com os gastos da casa. Para evitar que as finanças saiam do controle, ela costuma anotar todas as compras realizadas e busca usar o cartão de crédito com responsabilidade, apenas em situações necessárias e com atenção para a quantidade de parcelas. Atitudes como as de Denise são fundamentais para manter a saúde do orçamento pessoal, mas infelizmente ainda são pouco adotadas pelas famílias brasileiras.

Para mudar aos poucos essa realidade, o orçamento pessoal e o planejamento financeiro foram temas de uma conversa ministrada pelo economista José Wandemberg Rodrigues durante a Ação Verdes Mares, realizada na manhã deste sábado, 4 de agosto, na Lagoa Redonda. De acordo com ele, perguntas sobre como poupar e qual é a melhor maneira de investir deram o tom da conversa.

“Planejar para alcançar objetivos é muito importante e, para isso, é preciso conversar com toda a família e ensinar sobre isso, sobre o valor do dinheiro, sobretudo para as crianças”, explica Wandemberg Rodrigues. Ele detalha que gestos como o de Denise, de anotar todas as compras realizadas, são imprescindíveis para uma boa organização financeira. “Anotar tudo o que é gasto é muito importante, porque existem os chamados ‘gastos invisíveis’, que são aquelas compras que são feitas, mas o consumidor nem percebe que fez, como um salgado ou um suco, por exemplo. É preciso saber o que é gasto para avaliar o que precisa ser controlado”, destaca o economista.

Esta foi a primeira vez que a Ação Verdes Mares contou com palestra sobre orçamento e planejamento das finanças pessoais. De acordo com o produtor de eventos do Sistema Verdes Mares, Júlio César Costa Barros, a conversa sobre o assunto deve se repetir nas próximas edições do evento. “É uma palestra que vai continuar acontecendo, um conteúdo importante”, frisou.

Para Wandemberg Rodrigues, quanto maior o alcance da educação financeira, melhor. “Quando você coloca esses temas dentro de casa, você promove uma educação”, diz, ressaltando a importância do assunto na formação de cidadãos mais responsáveis.

Além da palestra sobre finanças pessoais, a Ação Verdes Mares contou com a prestação de serviços de cidadania, como atendimento jurídico, balcão de reclamação, consulta ao SPC e cadastro positivo, emissão de carteiras de identidade, maquete educativa feita de lego e corte de cabelo, além de serviços de saúde.

O evento também contou com a participação da Sociedade Cearense de Oftalmologia (SCO), que sorteou consultas e óculos para os moradores do bairro com o apoio da Sociedade Norte Nordeste de Oftalmologia (SNNO), da Fortótica e da Optiview Freeview.

Mais uma vez a Ação Verdes Mares levou a prestação de serviços para dentro de um ambiente de aprendizagem. A escolhida deste sábado foi a Escola Municipal Isabel Ferreira, na Lagoa Redonda. Para a diretora, Malena Rodrigues, eventos como o realizado na manhã desse sábado, representam uma oportunidade para que a comunidade tenha acesso à vários serviços em um só lugar. “É muito importante e beneficia toda a comunidade”, destacou.

Nesta edição, a Ação Verdes Mares contou com o patrocínio da Universidade de Fortaleza (Unifor) e teve como apoiadores o Escritório de Práticas Jurídicas da Unifor (EPJ), o Instituto de Identificação (Pefoce), o Procon, Associação dos Cabelereiros, Detran, Câmara de Dirigentes

Lojistas (CDL), Núcleo de Atenção Médica Integrada (Nami), Associação dos Transplantados Hepáticos do Ceará (Acephet) e Grupo ABC Vida de Apoio ao Portador de Hepatite.

Fonte: Diário do Nordeste